Curso Astrothon

Astral até o Natal

por Hector Othon 

Observe no mapa de hoje a configuração planetária que nos castiga e acarinha tudo depende do nosso grau de resistência as mudanças que já foram apontadas durante todos estes anos desde 2008.

Chegou a hora de cada um resolver o que vai fazer com sua cruz 

Hora de mudar, transmutar, transcender, ascender… amar, embelezar, iluminar, ser

Desafiadores os desdobramentos da conexão Marte-Urano-Éris -Mercúrio Plutão

“tudo é para ontem… emergências… quantas coisas por fazer…”

dentro, inquietação, agito,..

as redes puxam com seus tentáculos de emergências e os nós do umbigo desesperados sentem que vão perder suas seguranças e certezas…

o obsoleto, irreal, desnecessário, descartável, iludido se mostra

máscaras caem

verdade escancarada 

na encruzilhada os caminhos se bifurcam

o nível de complexidade de tudo aumenta, aumenta…

Este astral vai estar ativado, a cada dia mais potencializado. até o Natal

por Marte, que se aproxima a oposição a Urano e depois a Eris… e por Mercúrio que se aproxima por conjunção a Plutão, ao asteroide Palas-Atena (justiça) e por quadratura a Marte por um lado, e por outro a Urano e Éris. – em 26 de dezembro a Lua fecha a cruz planetária no ardor da Lua cheia natalina – mas na frente escrevo sobre isso

desafios nos relacionamentos familiares – a bicharada solta, as crianças interiores malcriadas, infernizadas…

fervendo feridas  da alma

pólvora no caminho 

não brinque com fogo!!!! Perigo!!!

ufa!

todos temos esses malditos mecanismos obsoletos que nos fazem comportar no automático de forma negativa, inadequada, desastrada.
É defeito de fabricação, maldição, implante, armadilha, provação,
Seja o que for a causa, seja quem for o responsável, como sair dessa?
Somos castigados por mecanismos perversos de autossabotagem que agem automaticamente quando estamos vivendo, construindo o que anelamos.
E assim em vez de saber escutar, entender para depois agir com adequação
soltamos o bicho, falamos um monte de baboseiras e no fim fica aquela situação chata
resta a cara feia e cada um sofrer pelo seu lado.
Quando vamos aprender a nos expressar, a nos comunicar, a nos relacionar?
Quando vamos aprender a lidar com faltas, erros, decepções, traições?
Quando vamos aprender a lidar com imprevistos, com a impermanência, com a mudança, com a morte, com os fins, com os recomeços?
Será que não cansamos de viver nessa chatice que castiga quando não sabemos administrar as diferenças, as negatividades?
Será que não cansamos dos mecanismos perversos do amor imaturo, da histeria, da paranoia, da mágoa, do ressentimento, da vingança, do ódio?
mudar

Se te soltas no que chamas de “espontaneidade”, tua verdade mundana (automatismos sabotadores em ação),
o mais provável é que sofras e faças sofrer… chegou a hora de incorporar o Mestre que está vivo em nós….

Aconselhamento

Mercúrio a caminho da conjunção com Plutão, conjunção com o asteroide Palas-Atenas e a seguir a quadratura com Urano -Eris

Tenha muito cuidado com o que fala, escreve, com as informações que divulga

Muito cuidado também em entrar em discussões de gaiato. Se estiver perturbado prefira antes processar com segurança…

natural a cabeça andar a mil por hora… natural esquecer coisas… faça questão de fazer uma lista com suas atividades…

organize muito bem o que quer que aconteça… esteja preparado para imprevistos…

em coisas importantes certifique-se que foi entendido….

Segredos serão revelados!!!

amar-te com arte, que Marte arde ( Marte em oposição com Urano-Éris na cola da quadratura com Plutão-Mercúrio

quando vai ver, já foi

discórdia por dentro, por fora, ora

simplificar até a mínima expressão

mais que te defender, fugir, culpar… é hora de aceitar, hoponopono, com carinho contemplar, perdoar, curar, aprender e continuar… amar, amar, amar…

é hora de praticar o amor, o perdão, as virtudes na família, na comunidade

que todos sejamos abençoados com a capacidade de sermos fontes de amor e virtudes!!!

em coral as vozes do inconsciente

ecos das feridas da alma em busca de libertação

na roda, cada um no comando de seus cavalos

hora de diálogo amoroso, sem excitação

o que faço?

silenciar

meditar

escutar

ruminar

iluminar

sorrir

e só depois falar

ser verdadeiro e humilde

afinar

conciliar, acoplar, integrar

junto realizar

aceitar

deixar a luz e o amor acalentar

coragem

Firma no amor, no belo, nas virtudes…
Atenção redobrada
Adoração
Ligado nos gestos, no tom da voz
Ligado no poder de tuas atitudes
A cada certo tempo pausa, sentir o centro, avaliar o que domina no interior
Acarinhar, acolher, identificar
A toda hora, a todo o momento
checar
escolher
direção? o belo
balanço gozoso da adoração
Esta a realidade no mundo dialético e impermanente que vivemos…

Neste fim de ano
só anela uma coisa
estar presente, ser verdadeiro, generoso, belo
na mínima expressão do ego
na máxima, do amor

e muito importante saber:

quem no seu mapa natal está ativado pelo triangulo tenso: Marte – Éris – Urano – Plutão – Mercúrio

parece por dentro que vai estourar

parece que vai ser impossível suportar, poderá parecer o fim do mundo, da vida!!!

É isso mesmo, a tormenta chegou, fica no centro, vai ter que contemplar passar

respirar, entrar em contato com a real no plano físico, e amar, amar, amar…

Avisado!!!

em vez de estraçalhar o corpo, a emoção

gozar

contempla, desfruta a energia atravessar e o corpo renovar

dançar, cantar

celebrar o natal, o ano novo

iluminados pela arte de confraternizar além do bem e do mal

potencializando o bem

transmutando com amor o mal


te amo 

Hector Othon

16 de dezembro de 2015

3Respostas em Astral até o Natal"

  1. Profile photo of Paula Paula disse:

    Gratidão Hector!

©2015 Astrothon.